O Forte das Cinco Pontas foi o palco para o lançamento do Movimento Nós acreditamos, ocorrido na última sexta (25), em meio ao momento de grande mobilização popular, em virtude do amplo desabastecimento de combustível, que afetou todas as regiões do país.

O Movimento, que pretende trazer a conscientização política para as pessoas, surgiu num momento de crise, desconfiança e desesperança política, onde o debate sobre o renascimento da democracia tornou-se indispensável.

O discurso de abertura foi feito por Túlio Gadelha, vice-presidente da fundação Alberto Pasqualine. Em sua fala, Túlio destacou a importância de estimular o ativismo político no cidadão comum, conscientizando-o de que cada pequena ação de cidadania é capaz de transformar a realidade como um todo. O professor Rodrigo Bione fez, em seguida, uma contextualização histórica, falando sobre Revolução de 1817 em contraponto à atual crise de representação política.

 

Bem mais do que assistir à palestras, o público presente na ocasião foi compartilhar experiências, manifestar seus desejos e se mostrar atento às discussões sobre a crise política enfrentada no país. Cada participante teve seu momento e usou a sua voz para manifestar-se, como deve ser numa democracia de fato.

Bárbara Lapa, uma das porta-vozes do evento, citou a plataforma Mona Migs, que é um exemplo de ativismo, ajudando a acolher pessoas expulsas de casa por sua orientação sexual ou identidade de gênero.

 

E é dessa forma, com participação popular, de movimentos sociais, com a conscientização das pessoas, inclusão dos mais diversos grupos representativos e, principalmente, muito trabalho e muita vontade, que desejamos realizar as mudanças necessárias para o nosso Brasil.

O blog do Movimento Nós Acreditamos será alimentado regularmente com artigos e temas relevantes que são exemplos de participação política.